sábado, 31 de outubro de 2009

Amanhã é domingo


O PARQUE NO DOMINGO



As pessoas andam
As pessoas correm
As pessoas andam e correm

As pessoas andam
De bicicleta
As pessoas correm
De bicicleta
As pessoas andam e correm de bicicleta

As pessoas andam
Com seus cachorros
As pessoas correm
Com seus cachorros
As pessoas andam e correm com seus cachorros

Esta é a rotina que o parque assiste
nas manhãs de domingo

Ah!
Tinha uma pessoa sentada
Tocando sanfona
E uma parada
Como estátua humana
Só para variar


Alma Collins

Celebration


...Feel my temperature rising
There's too much heat
I'm gonna' lose control
Do you want to go higher,
get closer to the fire,

I don't know what you're waiting for
Come join the party, yeah
Coz' everybody just won't do.

Let's get this started, yeah
Coz' everybody wants to party with you...

Sen.ti.mentos


Flávinha, Érica, Jéu e Eu


Perguntei a um sábio
a diferença que havia entre amor e amizade
ele me disse essa verdade...
O Amor é mais sensível, a Amizade mais segura.
O Amor nos dá asas, a Amizade o chão.
No Amor há mais carinho, na Amizade compreensão.
O Amor é plantado e com carinho cultivado,
a Amizade vem faceira,
e com troca de alegria e tristeza,
torna-se uma grande e querida companheira.
Mas quando o Amor é sincero
ele vem com um grande amigo,
e quando a Amizade é concreta,
ela é cheia de amor e carinho.
Quando se tem um amigo ou uma grande paixão,
ambos sentimentos coexistem dentro do seu coração.


William Shakespeare


E o maior barato é que nessa foto tenho os dois.
Um grande amor e verdadeiras amizades.

Notícias do meu plantel

Decidi que já era hora de aumentar a população do meu plantel e então coloquei duas caixas-ninho em meu viveiro de Agapornis. Formou-se um casal amarelo e outro casal bico vermelho e sem perder tempo iniciaram logo o ciclo reprodutivo. Um dos Agapornis azuis decidiu se engraçar com a fêmea amarela que já havia escolhido o seu par, então tive que retirar o azul do viveiro provisoriamente, para impedir uma "desgraça". Para que ele não ficasse só retirei o outro azul pra que lhe fizesse companhia e a paz voltou a reinar no plantel. O casal amarelo foi o primeiro que eu vi cruzando, logo, foi o primeiro a escolher o ninho, escolhendo o da direita. A fêmea amarela demorou a pôr os ovos e até a presente data pôs três, ficando a maior parte do tempo no ninho. O casal amarelo demorou a cruzar, pelo menos para deixar que eu os visse em tais procedimentos... A fêmea de bico vermelho ocupou o ninho da esquerda e pôs cinco ovos, sendo que três já eclodiram e dois ainda estão em fase de incubação. Infelizmente um faleceu e eu o retirei esta manhã do ninho, deixando lá seus dois irmãozinhos que já nasceram e os dois que ainda estão no ovo. Enquanto eu tirava o natimorto, eu pude ouvir os primeiros barulhinhos que eles adoram fazer e que eu gosto muito de ouvir. Puxa vida! Espero que os amarelos nasçam logo e que não venha a morrer mais nenhum. É isso aí, em breve trarei mais notícias direto da Maternidade Fundo de Quintal.





Tudo começou ao colocar as caixinhas-ninho




Eu coloquei folhas de palmeira e palhas de milho verde

para que as fêmeas fizessem seus ninhos





Vocês podem não acreditar, mas a fêmea amarela desfiava as folhas e esrroscava fiapos debaixo das suas penas para facilitar e aumentar o volume a ser transportado para o ninho.


Esses são os três ovinhos do casal amarelo




Esses são os recém-nascidos e os ainda por nascer
do casal de bico vermelho

Meu coração é minha casa

Capa do DVD gravado no apartamento de Ivete Sangalo


Esse DVD da Ivete Sangalo já ganha a gente pelo título: "Meu coração é minha casa. Pode entrar". Desde que eu assisti esse DVD pela primeira vez que eu não paro mais de assisti-lo. Tá muito demais! As canções estão show de bola e as participações especiais são especialíssimas. Com destaque especial para... Hum... todas! Eh! Eh! Sem querer exagerar... Embora eu ache um desperdício a Ivete Sangalo com tamanha voz cantar Axé Music, devo reconhecer que até as canções de axé estão boas. Muito boas, mesmo!

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

"O tempo é chegado"


Bom final de semana para todos!

Fragmento impresso


"Tenho por princípio

Nunca fechar portas

Mas como mantê-las abertas

O tempo todo

Se em certos dias

O vento quer derrubar tudo?"

(Sudoeste - Adriana Calcanhotto)

Plugado




Meio desligado, mas totalmente antenado!

Nobody's watching

Do you wanna dance?


Tem que sambar!

Tem que amar sem pensar

Cantar bem alto

A canção que vem de dentro

Esse é o juízo final!


Em qualquer ritmo ou língua

Em qualquer tempo

Em forma de desabafo ou desatino

Quebrar a métrica-lógi(ca)ótica

Nobody´s watching!


Dance like nobody´s watching!


Dance como se ninguém pudesse te ver

Ame como se você nunca fosse sofrer

Cante como se ninguém pudesse te ouvir

Viva como se o paraíso fosse aqui


Dance like nobody´s watching!

Dance like nobody´s watching!

Dance like nobody´s watching!

Dance like nobody´s watching!


(Nobody´s watching - Jota Quest)

Felicidade sim




Enfim, entendi que a felicidade só está a um passo. É tão fácil agarrá-la, mas estamos sempre esperando que ela recue, que chegue aos nossos braços, sem fazermos qualquer esforço. Um passo é o que nos separa dela. Distância tão curta! Mas somos acomodados o bastante para nos limitarmos à doce espera… e esperamos, esperamos…

Mas seria tão fácil se esta tal felicidade desse um passinho pra trás; se encostasse em nossos corações e os invadisse por completo! Não custaria nada que ela nos fizesse esse favor! Não seria nada mal se o mundo nos olhasse de uma maneira mais terna, se os problemas procurassem se desviar do local onde estamos instalados, ou que a dor nos poupasse… se a tristeza nos desse uma trégua, se a solidão simplesmente fosse embora de nossas vidas.

Como seria bom se o amor batesse em nossa porta e ali mesmo permanecesse, sem que para isso precisássemos abri-la e segurá-lo. Seria fantástico se o emprego viesse até nossa casa, sem que precisássemos correr os jornais, as cidades, o mundo, à sua procura. Seria muito bom ter o corpo mais lindo, o peso ideal, sem precisar fazer dieta. Ter a saúde impecável, ser inteligente, ser rico…

Mas olhando a tal felicidade, em minha frente, pensei no caminho que estava atrás de mim. Vendo as dores e as vitórias, as lutas, as conquistas, as perdas, a felicidade me perguntou: “De que valeria ter vivido tantos anos, se eu simplesmente recuasse e te abraçasse? O que você teria de interessante pra contar, se eu somente aparecesse, se tudo a você fosse ofertado, sem que você precisasse ao menos pedir?”

Foi aí que eu percebi que precisava dar o passo à frente. E que a felicidade faria muito mais sentido se eu fosse ao seu encontro, saísse à sua procura. Seria muito mais gostoso se o meu coração a agarrasse com todas as forças que ele tem. E compreendi que viver vale muito mais se pedimos ternura ao nosso mundo. Somos muito mais felizes em conseguirmos enfrentar nossos problemas, do que em não sermos incomodados por eles. É muito mais interessante que se ponha a tristeza pra correr, e com ela, a dor e a solidão.

O amor é muito mais lindo, se formos capazes de lutar por ele; se conseguirmos abraçá-lo, segurá-lo. E o empregado que ingressa no trabalho após meses ou anos de busca, valoriza e ama muito mais a atividade que aquele que a recebe de presente.Percebi que somos muito mais felizes ao apreciarmos um corpo modelado por esforços e dieta; e ao percebermos que valeu a pena. Que é muito bom saber que preservamos a nossa saúde e por consequência, não contraímos nenhum resfriado!

Como é gostoso tirar uma nota dez após várias noites de estudo! E que maravilha deve ser dirigir o carro, ou entrar na casa que foram adquiridos pelo suor de nossas mãos! Concluí que a felicidade está sempre ali. Mas ela espera que a busquemos. E isso é maravilhoso, porque ser feliz dessa maneira vale muito mais! Que tal dar o primeiro passo.
(Texto extraído do blog: alegriaaa.wordpress.com)



I deserve it

"Devagar e sempre tenho o que mereço"


Eu sou...


Eu sou brasileiro, índio, mulato, branco e preto.
Eu vou vivendo assim...

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Meu buquê!


E todos os livros e as músicas e as flores e os beijos... pra você.



Te Adorar - Gal Costa




Nada mais me atrai

Que tua tez morena, ai, ai, ai.

Talvez por eu ser o teu servo,

Com certa obsessão a observo.

Nada faz brilhar

E agrada mais ao meu olhar;

Pois se eu te vejo, meu buquê,

Vejo o que eu mais desejo ver...

A te adorar, parado em ser teu par,

A te adorar, dourar, dourar...

Te ver me dar tudo que és,

Da cabeça até os pés.

Nada mais me traz

Felicidade e paz

Do que ver-te, ver-te sorrir;

É como sorver um elixir.

Fico a te focar;

Mergulho fundo no teu olhar.

Mesmo quando o gozo já vem,

Eu me afundo bem ali e além...

A te adorar, parado em ser teu par,

A te adorar, dourar, dourar...

Te ter, me dar a tudo que és,

Da cabeça até os pés.

Te adorar...

Te adorar, dourar, dourar...

Te ver me dar tudo que és,

Da cabeça até os pés.

Te adorar...

Te adorar, dourar, dourar...

Te ver me dar tudo que és,

Dez mil vezes, mil vezes dez!


video

Te Adorar - Gal Costa (ao vivo)



Psitacídeos

Vida, luz e cor

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Meu vício, agora




A vida é breve.
Preciso sentir a vertigem diante do abismo,
Provar novos gostos,
Ouvir novos sons e ruídos,
Respirar o vácuo,
Viver uma nova cor,
Pisar a grama descalço,
Matar a minha sede,
Calar a minha fome que arde,
Amar o que me satisfaz,
Rir do incontestável,
Ganhar um novo jeans,
Comprar um All Star verde sumo
Debandar...
O coração trepida
a derme empalidece.
Se eu me atirar
Você virá comigo?
Só me serve a sua companhia.

Imperativo


"Meus verbos sujeitos ao seu modo de me acionar
Meus verbos em aberto pra você me conjugar
Quero, Vou, Fui, Não Ví, Voltei
Mas sei que um dia, de novo eu irei..."
(Citação da canção: Verbos sujeitos - Zélia Duncan)

Acesso



O que são os acessos, senão excessos
recheados de detalhes doces
... a transbordar.

Laundry service

Requesita-se uma boa lavagem cerebral.

A alma anda tão deslavada que até dá dó!



"Tudo azul no céu desbotado
E alma lavada sem ter onde secar
Eu corro, eu berro,
Nem dopante me dopa
A vida me dói, dói..."
(Citação da canção: Carente Profissional - Frejat/Cazuza)

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Afrouxe essa gravata!



Eu sou um legítimo amante do ritmo dos anos 80. Época de ouro da qual surgiram diversas bandas no cenário Pop nacional que fizeram o maior sucesso na época e muitas das quais emplacam sucessos até hoje. Infelizmente, com o passar do tempo, o Rock perdeu o seu estigma de modismo e isso reduziu o seu espaço no panorama musical brasileiro. Como esta manhã eu acordei meio nostálgico, resolvi postar essa música do Dr. Silvana & Cia que é pra lá de alegre e ainda manda uma mensagem maneira. Saca só que demais! Em breve postarei mais canções no melhor estilo "Back to new wave" Aguardem.


video

Eh! Oh! - Dr. Silvana e Cia


Eh! Oh! Eh! Oh!
Eh! Oh! Eh! Oh!
Eh! Oh! Eh! Oh!

Você parece preocupado, anda meio angustiado


Esqueça tudo isso e tente relaxar


Afrouxe essa gravata, senão você se mata


E a vida é muito curta pra desperdiçar


Eu sei que não tá mole, pois tome mais um gole


Libere do seu corpo toda essa energia


Venha para brincadeira o resto é besteira


Se sinta como há muito você não se sentia


A vida é muito linda


Pois venha aproveitar


Dr. Silvana e Companhia


Tá aí pra te ajudar

Eh! Oh! Eh! Oh!
Eh! Oh! Eh! Oh!
Eh! Oh! Eh! Oh!




sábado, 17 de outubro de 2009

Algo me pegou


Eu não sei mais quem sou e o que pretendo
Mas eu vou fundo até me descobrir
Quem será que eu vou parir
Quem vai vir?
(Citação da canção: Algo me pegou - Marina Lima)

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Tecla mágica


Estamos sempre querendo agradar aos outros,
mas se eu for ligar para o que vão falar não faço nada.


"O que eu tenho é minha atitude
O que eu levo é minha atitude
O que pesa é minha atitude
Minha porção maior"

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

De tempos em tempos

Ah... O final de semana. Como ele custa a chegar...

Utilidade Pública

Dica de como lavar o carro em casa

A vida em suas mãos



Ao contrário do que se pensa, o aborto não é mais comum entre as adolescentes. Um levantamento, realizado pelas Universidades de Brasília e do Rio de Janeiro, divulgado na semana passada, com base nos últimos 20 anos, revelou que o aborto é mais praticado por mulheres entre 20 e 29 anos de idade. O estudo constatou, também, que quatro milhões de brasileiras fizeram aborto, e mais da metade se considera católica. Além disso, a pesquisa mostra que mais de dois terços delas já têm filhos e possuem um relacionamento estável. Nesse grupo, o aborto foi apontado como uma forma de planejamento familiar, no qual o homem participa ativamente da decisão. Infelizmente, ainda tem pessoas que pensam desta maneira. Abaixo eu postei uma história que recebi por e-mail. Acredito que seja ficção, mas mesmo assim nos faz pensar. Vale a pena dar uma conferida!






Uma mulher chega apavorada no consultório de seu ginecologista e diz: - Doutor, o senhor terá que me ajudar num problema muito sério. Este meu bebê ainda não completou um ano e já estou grávida novamente. Não quero filhos em tão curto espaço de tempo, mas num espaço grande entre um e outro...
O médico então perguntou: Muito bem. O que a senhora quer que eu faça?
A mulher respondeu: Desejo interromper esta gravidez e conto com a sua ajuda.
O médico então pensou um pouco e depois de algum tempo em silêncio disse para a mulher: Acho que tenho um método melhor para solucionar o problema. E é menos perigoso para a senhora.
A mulher sorriu, acreditando que o médico aceitaria seu pedido.
Ele então completou: Veja bem minha senhora, para não ter que ficar com dois bebês de uma vez, em tão curto espaço de tempo, vamos matar este que está em seus braços. Assim, a senhora poderá descansar para ter o outro, terá um período de descanso até o outro nascer. Se vamos matar, não há diferença entre um e outro. Até porque sacrificar este que a senhora tem nos braços é mais fácil, pois a senhora não correrá nenhum risco...
A mulher apavorou-se e disse: Não doutor! Que horror! Matar uma criança é um crime.
Também acho minha senhora, mas me pareceu tão convencida disso, que por um momento pensei em ajudá-la. O médico sorriu e, depois de algumas considerações, viu que a sua lição surtira efeito. Convenceu a mãe que não há menor diferença entre matar a criança que nasceu e matar uma ainda por nascer, mas já viva no seio materno. O CRIME É EXATAMENTE O MESMO!