sexta-feira, 30 de abril de 2010

8 ou 80




Eu quero dizer todas as palavras perdidas.

Sem talvez.

Mesmo que isso me custe desmoronar castelos
Erguidos no imaginário popular.

Não gosto quando minhas palavras surpreendem

E sinto-me ridículo quando me idealizam.

Definitivamente não tenho um cavalo branco

Nem uso coroa imperial.

Eu sou real. Não fui inventado.


quinta-feira, 29 de abril de 2010

Dormir e acordar



Hoje foi um dia dedicado à resolução de problemas.

Caiu a noite.

Sopas e descanso, porque amanhã será um novo dia!

Conhece-te


Adoro este espaço. Este é o meu espaço. Aqui posso divagar por entre campos vadios de girassóis, traduzir meus pensamentos em palavras e revelar a minha alma como o sopro do vento. Quem lê o Meio Desligado me conhece bem, mas não duvide se até eu mesmo não me reconhecer naquilo que escrevo, pois, às vezes, não sou eu tão somente quem escreve, mas também meu eu lírico que não responde por si nem por mim. O que é que eu sou?



Nunca mais falei sobre as aulas de violão, mas elas continuam acontecendo com a mesma intensidade e expectativa do primeiro encontro. Já domino os acordes maiores e menores e esta semana comecei a estudá-los com sétima. A música é a minha vida, e enquanto houver música não há razão para parar!

quarta-feira, 28 de abril de 2010

Spice




Os sonhos proibidos são resíduos de pensamentos subversivos. Restos inconscientes de anseios reprimidos. Aqueles abafados e varridos para debaixo do tapete das emoções. E as emoções são cavalos selvagens. Pô-los no plano das convicções nos levarão a rompimentos e desvios. Eles nos corromperão se escaparem do estado de fantasia ao qual se encontram devidamente aprisionados em nossos subconscientes. São caminhos tortuosos repletos de precipícios. São verdadeiros desfiladeiros. Fico assim mesmo. Ávido como um ator aflito que desempenha brilhantemente o seu papel. Tatibitate perante o silêncio das bocas mudas. Boquiaberto diante da denúncia dos olhos úmidos, da renúncia das mãos atadas e da indecisão das pernas trêmulas. Agora chega! Fico por aqui. [respiração ofegante] O diabo mora nos detalhes e o pecado se hospeda em nossos pensamentos e sonhos. Dare to dream. Sem mais para declarar.

Aos pares


Quando me disseram que a vida
Tem de ser partilhada,
Limitei-me apenas a não duvidar ...


Hoje prefiro, a um sabor solitário.
Baunilha com morango.
Os contrastes atraem-se,
Porque combinam entre si.

Off





Desire




Faz tanto calor onde estou, que o suor me sufoca a alma. Se é febre não sei. Se estou na rua anseio chegar em casa. Cobiço um banho frio. Se estou em casa quero sentir a brisa e o cheiro da maresia que sopram lá fora. Se é segunda-feira desejo o sábado. Arrisco todo meu ouro por um mergulho no mar. Sentir os pés descalços pisando a areia fina... Gosto quando a onda me leva e me traz. Gosto quando elas lambem as minhas pernas. Que delícia quando o azul do céu se vai e a noite cai suave, descortinando estrelas. Isso não tem preço. E Tudo isso fica melhor Jéu, com nossos beijos. I think I am falling for you!

Manhãs




O meu despertar, cheira a pão doce
Ouço os biscoitos de canela açucarados a saltitarem nos pacotes,
A manteiga a derreter-se em cima das torradas
E o som das laranjas a serem traduzidas em sumo.
A roupa branca lavada em que me visto
As gavetas que respiram os incensos que me destes.
Sinto-te!
Sinto-te nos sussurros, que me despertas.



(Para Jeanne, nas manhãs de folga)

Momento Vinil (Os discos da minha vida)




Tem sons que marcam a nossa vida e os discos que foram trilhas sonoras internacionais das novelas Corpo a Corpo (1984) e Selva de Pedra (1986) marcaram bons momentos da minha infância. Eu não me lembrava quantos anos de idade eu tinha na época em que os escutava, mas fazendo as contas, descobri que tinha apenas seis. Agora vejam só. Com seis aninhos e eu já escutava trilha sonora internacional de novelas. Meus pais tinham esses discos em casa e eu os escutava diariamente. Quando eles não tocavam na radiola, eu os tocava. É impressionante o quanto fui influenciado pelas melodias que eles escutavam. Fico triste em saber que hoje em dia as crianças crescem ouvindo sons tão desedificantes. Postei abaixo o vídeo original da canção Body Rock, da Maria Vidal, que é um legitimo clássico Pop Rock dos anos 80. Esse foi um dos Hits da trilha sonora internacional da novela Corpo a Corpo, do Gilberto Braga. Saca só que beleza de som. Dá vontade de se transportar para aquela época disco e passar a noite dançando.

video

Body Rock - Maria Vidal - 1984

Born on a hungry street

Children of darkness

Grew up on the beat

Anything in our way

We'll just move away


I've got the heart to win

You've got the eyes

That say that i can

We're gonna turn this town

Upside down tonight

They can't stop us now


Body rock get your body in the music

Body rock comes from deep inside me

Body rock let your body talk to me tonight


Na na na na na na na


We come from underground

Sticking together

Gonna turn this world around

Running through the neon light

With a dream inside


This is like something new

Heartbeat to heartbeat

Coming straight at you

We've got the moment now

Once we're on the move

They can't hold us down

domingo, 25 de abril de 2010

O retorno


Voltei galera e agora com as baterias renovadas. Passei alguns dias ausente, em meio ao sol e ao sal do mar, mas completamente desperto. Como eu sempre digo: Meio desligado, mas totalmente antenado! Não há melhor lugar que a casa da gente.


quarta-feira, 21 de abril de 2010

Fuga


Vou sair daqui e procurar um paraíso para descansar um pouco. Só voltarei quando me sentir revigorado. Serve o da ilustração acima? Tenho certeza que sim. É para lá que eu vou. Aproveitem para visitar o arquivo do Meio Desligado, que ao retornar, minha lua estará cheia.

Na roda da vida


De uma pitada de amor/humor carece a humanidade.

terça-feira, 20 de abril de 2010

Combinação


A mulher, a serpente, o pecado.
O vício, a luxúria, o prazer.
A pele, o suor, o afago.

Nitroglicerina pura.

Zona de conforto




Disseram-me que penso demais.


Vou ter de pensar nisso!


[friamente, é lógico!]



Quero um pouco de água fresca e uma pêra doce.
Vou sair daqui.


[Preciso fazê-lo]


Amanhã será feriado


Importa-me ser feliz.


Feroz


Desgosto. Detesto. Abomino.
Chego a odiar, e a sentir aversão quando tudo à minha volta se traja de humor escuro e pesado. Quando a mim restam apenas dúvidas, e especulações. Quando me sinto num beco sem saída. Quando não cabe a mim a decisão final. Quando sei que corro riscos. Quando me sinto encurralado e não existe saída à vista, nem permissão para que me acendam a luz. Quando me sobram apenas restos de conversas.
Tenho vontade de quebrar todas as janelas. De estilhaçar todas as vidraças.

Sei que ela gosta de mim


Ela me faz tão feliz a cada despertar e a cada anoitecer. E eu sei que ela gosta de mim, quando ouço as batidas do seu coração, quando ela não diz não, quando me defende até o fim, quando passa horas a cozinhar pra mim e a cuidar de mim, quando diz que vai me esperar para almoçar, quando relembra nossas aventuras, quando diz que é a mim que ela ama. Ela está sempre me surpreendendo e o Post 3.2, abaixo, foi uma das mais belas demonstrações de carinho, ternura, criatividade e afeto já desprendidas por ela. Juro que gostei muito e que não imaginava que ela iria ter a iniciativa de postar em meu blog. Jéu, Eu só posso agradecer a Deus por ele me amar e por ter enviado você para mim, nas asas de um anjo. E o que dizem os seus olhos? Eu sei, desde a primeira vez. Hey! I really love Jeu, for all that you are! Dedico a canção abaixo, em homenagem ao nosso amor maduro, mas que ainda se prepara para nascer.
Ai, Ai, Ai... - Ivan Lins
Nosso amor é uma verêda onde a lua se derrama
Somos lenha e labarêda
Uma paixão em plena chama...
Sei que a vida tá brabeira
Tanto amor na corda bamba
Que alegria é passageira, frágil como porcelana...

É às vezes tudo é lindo
Às vezes tudo engana, maaaaaaaaaass!
Basta um beijo teu e eu
Ai, ai, ai, ai, ai, ai...
Pudera! Você é o grande amor da minha vida...

Baile, festa ou domingueira
Saca a banda, vem me chama
Pr'essa salsa brasileira meio Rio, meio Havana...
Dança roda e serpenteia
Ou me leva então prá cama
Ao som de Guantanamera Noches de Copacabana...

É às vezes tudo é lindo
Às vezes tudo engana, maaaaaaaaaass!
Basta um beijo teu e eu
Ai, ai, ai, ai, ai, ai...
Pudera!Você é o grande amor da minha vida
Ai era! Você é o grandeAmor da minha vida...


domingo, 18 de abril de 2010

3.2


Bom, a postagem de hoje é uma edição especial para uma pessoa muito especial.

Cléber é música, poesia, alegria. Pessoa que encanta e conquista a todos que se aproximam dele. Tem atos generosos e palavras sábias. Vou poupá-lo dos defeitos porque hoje é seu dia. rs

Meu amor, para você toda felicidade, saúde e paz. Grande beijo! Amo-te! (by Jeanne)

sábado, 17 de abril de 2010

18 de abril (Hoje é dia de festa!)



Quando fazemos aniversário e recebemos um monte de scraps de felicitações é que percebemos o quanto somos queridos pelos nossos amigos. Fiquei feliz de ter recebido as mensagens. Sei que não sou exemplo para ninguém, pois sou humano e por isso fadado ao erro, mas ainda assim, estou aprendendo com o passar dos anos. Obrigado por você estar ao meu lado, me dando força e incentivo, às vezes, apenas em pensamento. Sei que a gente colhe o que planta, por esse motivo, em minha passagem pela terra, planto somente flores, para poder colher sorrisos e alegrias. Sei que o mundo não está a maravilha que queríamos, mas se neste dia, que é o meu dia, eu pudesse fazer um pedido, apenas um que fosse, eu pediria um instante de silêncio para os povos de todas as nações. Para que pudessem parar para ouvir as batidas do próprio coração. Para que, envolvidos de amor, fosse banida da superfície da Terra toda e qualquer forma de ódio, preconceito e intolerância. Seja ela racial, religiosa ou de opção sexual. Para que, tomados pela voz que vem de dentro, todos pudessem enxergar no outro a sua própria imagem e semelhança. Para que todos pudessem, harmoniosamente, respeitar as diferenças pessoais e as diferentes escolhas. Quem sabe essa noite eu diga uma oração e a minha prece seja ouvida? Mas e se a minha fé for ínfima e não conseguir abranger o mundo inteiro? Tudo bem, só não podemos desanimar. Se ela for mesmo insuficiente, espero que alcance, ao menos os meus amigos, e que eles possam gozar de muita Paz, Tranquilidade, Alegria e Sabedoria para viverem a vida. Esse seria meu melhor presente. Muito obrigado, amigo, por você existir em minha vida e por não desistir da nossa amizade. E vamos que vamos porque o samba não pode parar!

Ponto Final


Finalmente encontrei a gargantilha de prata perdida, digo atirada porta afora. Nesta semana estava com Scooby na frente da casa e ele farejava na direção em que ela estava, então a encontrei. Está partida e não sei se vai dar para soldar. Dias depois de encontrar o objeto perdido, digo arremessado longe, Ninha esteve aqui com o Bonequinho da Fanta, que confessou o crime e ainda apontou onde havia desovado os óculos e a tal gargantilha. Pronto. Agora temos um réu confesso. O caso acabou na graça, fazer o quê. O Importante é que tudo fora recuperado e o caso reaberto para ser definitivamente encerrado. E como diz a Lei: Arquive-se. Registre-se. Publique-se.

Mestre Cuca às avessas


Sou um Chef pela metade, daqueles que só preparam sobremesas. Eu não gosto e não sei cozinhar, mas estou melhorando. Eu não paro. A coisa mais difícil para mim, é separar a clara da gema. huauhauhauhauhua! Hoje vou para a cozinha fazer uma coisa bem gostosa.

8:00 AM


Aborrece-me a ideia de ter que acordar
antes das 8 horas da madrugada.
Um dia, ainda atirarei longe
todos os relógios da minha vida.

Sushi com problema!


Ontem saí à noite com a Jéu e a dupla Mocra. Bordejamos, mesmo sob constante garoa e ficamos no Boteco Sushi. Difícil foi conseguir uma mesa, pois devido a chuva, todos foram obrigados a ficar na pequena parte coberta do estabelecimento. A noite foi boa e eu não sabia que ia rir tanto. Contamos vários "causos", fizemos muitas resenhas e falamos da vida alheia. Mas, infelizmente como nada na vidá é perfeito, na mesa ao lado tinha um cara que fumava um cigarro a cada 10 minutos ou menos. O cara fumava feito uma Caipora! Puxa vida, vai ser desprovido de desconfiômetro assim lá no Japão! Bem, e como, mesmo bordejando, presencio flagrantes de falta de educação, ontem não foi diferente. O Boteco Sushi, como todos sabem, fica na Passarela do álcool, no Jardim Pontal, que apesar do apelido nada aconselhável para menores de 18 anos, é uma área residencial. Logo, repleta de garagens. E não é que toda vez que vou lá, vejo um morador impedido de adentrar a sua garagem, por conta dos idiotas que frequentam os bares do local e que estacionam seus veículos na frente das garagens, desrespeitando completamente o direito dos outros de ir e vir? Fala sério! O cara de ontem estava tão displicente, que mesmo estando sentado no bar em que nós estávamos, quase que de frente para a retrocitada garagem, foi o último a perceber que seu carro estava obstruindo a passagem do carro da moradora. O engraçado, (e por que não dizer curioso?), é que essa moradora estava calmissima, ao contrário da outra, de algumas semanas atrás, que buzinava e berrava feito louca. Acredito que essa senhora já tenha se acostumado a essa situação. Talvez por isso, a postura tão relaxada. Francamente! De um lado um motorista idiota, do outro um fumante compulsivo e incoveniente. Ai, Ai... Mas quer saber? Ainda assim a noite foi boa! Eu quero mais é ser feliz!

quarta-feira, 14 de abril de 2010

Em foco




"A dúvida é o preço da pureza

e é inútil ter certeza..."



Por que as transgressões se apresentam assim, tão sedutoras?

O pecado é fogo que me arde a alma,

Me tenta os olhos aflitos

Me enrubesce a face

E me cala todos os verbos.

O que fazer quando todos os perigos e riscos

Me espreitam à porta sorrateiros como ratos?

As coisas precisam entrar nos eixos.


terça-feira, 13 de abril de 2010

Hoje é o dia!


Aproveite para beijar muuuuuuito!

sábado, 10 de abril de 2010

Minh'alma na tela


Eu ainda estou construindo o meu caminho. Escrevendo a minha história. A cada fim do dia e a cada amanhecer uso tintas para colorir a minha tela. Inspiro-me em tudo o que a mim foi ensinado ou oferecido, mas ainda assim, só utilizo as cores que me apetecem. Na tela da minha vida aparecem elefantes, incensos e chás. Músicas, letras e dança. Alegrias, versos e rimas. E um monte de nós. Todos desatados de uma vez. Nessa tela eu vejo flores caindo do céu, e sinto uma brisa fria que sussurra meu nome e me convida para dançar como um ciclone.

Sonhando acordado




A tal da memória olfativa é um recurso da nossa mente, impressionante! Ontem, por exemplo, comprei um perfume e fui projetado para o ano de 1994. A minha adolescência cheirava a Quasar. Sentir essa fragrância novamente, é reviver bons momentos da minha vida. É como se o tempo não tivesse passado. O aroma é um irmão da respiração. Ele penetra nas pessoas e elas não podem escapar-lhe. E bem para dentro delas é que vai o aroma, diretamente para o coração, distinguindo lá, categoricamente, atração e menosprezo, nojo e prazer, amor e ódio. Lembro-me bem, que esse foi o primeiro perfume que comprei. Na época, eu estava cursando o 1º Grau, que equivale ao Ensino Fundamental II, hoje. Naquele tempo era bem mais fácil viver. Não havia muitas cobranças nem compromissos. Só precisava estar bem na escola. Quando se é adolescente, vive-se intensamente cada novidade, cada descoberta. E, apesar de nunca ter feito nada ilícito, eu adorava experimentar, me arriscar, me atirar. No dicionário de um adolescente não existem os vocábulos “medo” e “não”. O adolescente simplesmente age por impulso, sem pensar ou temer as consequências de suas atitudes, e é justamente aí que moram a graça e o perigo de ser jovem. A minha adolescência passou e nunca mais voltará, mas falo isso como um fato, e não por apego ou saudosismo. Neste ano completarei 32 anos, e se me perguntassem se eu gostaria de voltar aos meus passados 16 anos, eu responderia que não, com toda a serenidade e tranquilidade, que a minha atual idade me permite. A minha infância e a minha adolescência, eu as vivi com plenitude. Já passei por todos os medos, incertezas, dúvidas e riscos que um homem jovem pode e deve passar, para, enfim chegar à idade que tenho agora. O que passou e o que vivi eu já os conheço bem. Por isso quero viver mais e mais o que a vida tem para me dar. Mas só quero o que ela me reserva daqui para frente. As experiências que vierem, nesta fase, serão novas para mim, como foram novas as da adolescência.

quinta-feira, 8 de abril de 2010

O dilúvio!




Ontem, o fim de tarde foi de muita chuva, relâmpagos, trovões e até raios. Isso mesmo, raios! Caiu um nos fundos do quartel, no campo de futebol. Pertinho da minha sala, e eu estava lá, de serviço. Os corredores ficaram cheios de folhas secas e de água da chuva. Eu estava sem carro ontem e peguei uma carona, para poder chegar em casa. No momento da chuva não se via ônibus nas ruas, parece que se recolheram todos. Foi muita chuva mesmo e em poucos minutos o corpo de bombeiros foi acionado. Fiquei pensando no pavor das pessoas que moram próximas das encostas. As ruas dos Bairros do Malhado e Barra, que foi por onde passei para chegar em casa, estavam completamente alagadas. O canal da Central de Abastecimento, no momento em que passei por lá, por volta das 19:00, faltava pouco para transbordar e aquela água nojenta invadir as pistas. A Avenida Itabuna, perto da minha casa, estava congestionada e o acesso ao centro da cidade estava lento e difícil. Pois é, ontem foi Punk! E como diria a Anamara, do BBB10, foi um fim de tarde de horrores, terrores e computadores, rsrs.

sexta-feira, 2 de abril de 2010

É Fantástico!



Ahhhh... O feriadão está acabando... Que peninha! Daqui a pouco, escutarei a vinheta do Fantástico. Mal sinal, pois ela anuncia o fim do tão esperado final de semana. Quando ouço a vinheta desse programa posso sentir meus dois pés na segunda-feira. Mas é isso mesmo. Bola pra frente. Só me resta encarar a semana e agradecer a Deus por estar vivo e por ter o privilégio de gozar de perfeita saúde. O resto é resto. A gente corre atrás. Desejo uma semana iluminada e abençoada para todos. Ah! E não esqueçam que toda semana tem um final de semana. Abraço!

Valeu, Ariane!


Muito obrigado, Ariane, pelas visitas e comentários deixados aqui no Meio Desligado. É muito bom escrever, mas melhor ainda, é ler os comentários deixados pelos leitores. Agradeço em especial, ao comentário deixado no Post 2 mulheres e 1 gato, que foi, para mim, no mínimo esclarecedor. Repetir já ditos discursivos é muito fácil. Saber de onde eles vieram ou o motivo pelo qual foram gerados é que são outros 500. A propósito, alguém aí sabe de onde veio o ditado "São outros 500" ? Hé! Hé!

Feliz Páscoa! (Comendo chocolate e aprendendo)




A Páscoa é uma festa cristã que celebra a ressurreição de Jesus Cristo. Depois de morrer na cruz, seu corpo foi colocado em um sepulcro, onde ali permaneceu, até sua ressurreição, quando seu espírito e seu corpo foram reunificados. É o dia santo mais importante da religião cristã, quando as pessoas vão às igrejas e participam de cerimônias religiosas. A festa tradicional é associada à imagem do coelho, um símbolo de fertilidade, e a ovos pintados com cores brilhantes, que representam a luz solar. Em grande parte dos países ainda é um costume comum dar ovos pintados como presentes, embora em outros, os ovos pintados tenham sido substítuidos por ovos de chocolate. Já a origem do símbolo do coelho vem do fato de que os coelhos são notáveis por sua capacidade de reprodução. Como a Páscoa é ressurreição, é renascimento, nada melhor do que coelhos, para simbolizar a fertilidade! No entanto, o costume não é citado na Bíblia. Portanto, este costume é uma alusão a antigos rituais pagãos. Eostre ou Ostera é a Deusa da Fertilidade e do Renascimento, nas mitologias anglo-saxã, nórdica e germânica. A primavera, lebres e ovos pintados com runas eram os símbolos da fertilidade e renovação a ela associados. A lebre (e NÃO um coelho) era seu símbolo. Suas sacerdotisas eram ditas capazes de prever o futuro observando as entranhas de uma lebre sacrificada (claro que a versão “coelhinho da páscoa, que trazes pra mim?” é bem mais comercialmente interessante do que “Lebre de Eostre, o que suas entranhas trazem de sorte para mim?”, que é a versão original desta rima.


Sheryl Crow



Faz tempo que estava pensando nesta postagem, pois curto o som da Sheryl Crow desde 1998, quando o hit "If it makes you happy" gravado em 1996, fez parte da trilha sonora da minissérie Labirinto da Rede Globo. Esse hit era a música de abertura da minissérie, que, assim como ela, tem um clima instigante e envolvente. A Sheryl Crow, além de cantora, é também compositora e instrumentista. Com seu tom meio rouco, meio suave, ela encanta os ouvidos com suas melodias que misturam ritmos como Folk, Pop e Rock. Sheryl estreou em 1993, depois de passar anos como backing vocal de artistas como Don Henley, Rod Stewart, Eric Clapton, Michael Jackson, e de dar aulas de música para crianças deficientes. Ela ganhou diversos prêmios Grammys e vendeu mais de 40 milhões de discos em todo mundo. Em minha opinião, os discos gravados pela cantora a partir de 2002 são mais calmos, com letras e canções mais doces e ternas. Acho que mais apaixonadas também, em que podem se perceber menos solos de guitarras e a valorização de outros instrumentos mais suaves como o violão e o piano. Abaixo postei a lista de seus discos, que, para variar, comprei todos, afinal, fã é fã, né?



Discografia


(1993) Tuesday Night Music Club

(1996) Sheryl Crow

(1998) The Globe Sessions

(1999) Sheryl Crow and Friends : Live

(2002) C´mon, C´mon

(2003) The Very Best of Sheryl Crow

(2005) Wildflower

(2008) Detours


Pão Italiano

Essa é pra rir...


O médico estava namorando a enfermeira até que ela engravidou. Ele, não querendo que sua mulher soubesse, deu dinheiro à enfermeira e pediu que ela fosse para a Itália e tivesse o bebê por lá. Intrigada, a enfermeira perguntou: - Como vou avisá-lo quando o bebê nascer?
E o médico respondeu: - Mande-me um postal e escreva ''Pão Italiano''. Eu cuidarei de todas as despesas da criança. Alguns meses se passaram, até que um dia, quando o médico chegou em casa, sua esposa disse: - Querido, você recebeu um cartão postal da Itália, mas eu não consigo entender o significado da mensagem.
Ele leu o cartão e caiu no chão com um violento ataque cardíaco, foi levado à emergência do hospital e o cardiologista perguntou à esposa: - Aconteceu algo que possa ter causado o ataque? E a esposa respondeu: - Ele apenas leu este cartão postal: "Cinco Pães Italianos, Três com lingüiça e Dois sem".




Grande Queimão!



Amanhã é sábado, mas não um sábado qualquer. É o Sábado de Aleluia, dia de queimar o tal do Judas. Aquele que traiu Cristo dando um beijo na face. E cá pra nós, do lado de cá, no mundo real, tá cheio de Judas, também. Tem aquele que é Judas declarado, e aí tudo bem, a gente já fica esperando o pior dele. Mas o pior Judas é aquele que tá sempre ao nosso lado, como um amigo, dando-nos tapinhas nas costas e sempre sorrindo pra nós. A gente sente que o cara não inspira a menor confiança, mas ele está sempre lá, conosco, pronto para nos ajudar ou nos ferrar, se assim for melhor para ele. Como eu já disse, amanhã é Sábado de Aleluia, dia de queimar o Judas, pelo menos aqui no Nordeste, e eu vou acender uma fogueira agora, bem grande nesse Post, e queimar, mentalmente, todos os Judas que conheço. E vocês, caros leitores, fiquem à vontade para atirar na fogueira também, os seus vizinhos Judas, colegas de trabalho Judas e tudo o mais que te traga uma VIBE pesada e negativa. Vamos exterminar, simbolicamente, do mundo, todos os Judas que conhecemos para podermos respirar e viver mais tranquilos. Vamos lá! Entrem no clima da renovação pascal e façam uma faxina na vida, execrando do convívio o que não convém. Aproveitem enquanto o fogo está aceso!

Samba!



"O samba da minha terra deixa a gente mole

Quando se canta, todo mundo bole.

Quando se canta, todo mundo bole.

Quando se canta, tudo mundo bole..."

"Quando você se requebrar caia por cima de mim

caia por cima de mim

caia por cima de mim..."

A Bahia é a Terra da Felicidade!


Quando ouço Daniela Mercury, me sinto mais vivo, mais alegre, mais preto, mais baiano e mais brasileiro. Me sinto bamba!

1º de abril


Ontem foi o dia da mentira e a Jéu me pegou. Há! Há!

quinta-feira, 1 de abril de 2010

Huááááááá

Que soninho...

... Vou me praparar para dormir...

Nham, nham...

Até amanhã!

Não percam!


Amanhã, 02/04, sexta-feira, a Princesinha do Sul e eterna Terra da Gabriela, será exibida em rede nacional no Jornal Hoje. E desta vez, não será por conta da Solange, famigerada e sem noção Gaga de Ilhéus, não. Será por algo positivo! O Jornal Hoje, que na semana passada, no quadro "Tô de folga", mostrou Aracaju como o 1º melhor lugar para se visitar, apresentará a nossa Ilhéus em destaque como o 2º melhor! Não é formidável? É uma beleza! Convido a todos para assistirem e se deliciarem com as belezas naturais da cidade que todos desejam conhecer e passar as férias, e que eu, tenho o privilégio de morar!

Clash of theTitans

Fúria de Titãs - 2010




Caramba! Hoje fiquei sabendo que fizeram um remake do filme Fúria de Titãs, de Ray Harryhausen, que eu costumava assistir quando era criança e que assisto até hoje, desde que comprei o DVD do filme, originalmente lançado em 1981. Espero que o remake, de Louis Leterrierem, em 3D, não fuja muito do original, pois será, para mim, uma decepção muito grande, pois sou hiper fã desse clássico tão impressionante. É claro que os efeitos especiais do original são bem toscos, se comparados aos efeitos dos filmes que vemos hoje, mas é claro que na época, eram top de linha. E quer saber? Acho que os efeitos utilizados são bons até demais para a época em que o filme fora lançado. E mesmo hoje, ao assistir a versão original, pela milésima vez, não tem como eu não me emocionar e sofrer ao "viver" a odisseia do jovem Perseu, filho mortal de Zeus, que se apaixona pela bela Andrômeda e arrisca a própria vida, enfrentando terríveis monstros mitológicos, em nome desse amor. Fúria de Titãs tem uma atmosfera surpreendente, mágica, irreal, gloriosa e fascinante. É um épico maravilhoso! Um verdadeiro espetáculo, que apresenta aventuras sem precedentes. A nova versão estará em cartaz, me parece, dia 02/04, e estou espumando de ansiedade para assisti-la logo. Já vi até o cartaz no Cine Santa Clara, agora à noite. Se passar mesmo, a partir de amanhã, vou assistir no sábado. Uhuuu! Até mais!



Fúria de Titãs - 1981