sábado, 11 de setembro de 2010

Material boy



Eu bem que gostaria de ser diferente, mas como já disse noutra postagem: Só consigo ser igual a mim. Sou um cara materialista, talvez porque eu viva num mundo igualmente materialista. Sou perfeccionista também, e acredito que o apego às coisas materiais esteja ligado diretamente a isso. Gosto das minhas coisas perfeitas e nos seus devidos lugares. Sem rasuras, morsas, arranhões, rasgos nem amassos. Tenho extremo ciúme do que é meu e não empresto para qualquer um os meus filmes, discos, livros ou roupas. Não gosto que sentem em minha cama, que bebam em meu copo ou que sujem meu carro. Mas não é por mal. É meu jeito de ser [diferente]. Meu pai me estragou. Mas eu estou aprendendo...

Um comentário:

  1. Aff! quem vê aquele rapazinho nem imagina q seja tudo isso. rsrsr

    ResponderExcluir